Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pedro Nogueira Photography

Um blog para mostrar as minhas fotos e para escrever sobre tudo o que me vier à cabeça …assim haja tempo.

Sempre atenta

28
Mai14

Sentado na janela do 1º andar, com os pés em cima do telheiro, de 70-200mm em punho e quase a fazer um mortal à frente mas mesmo assim a Pataniska topou-me. Não deu para fazer melhor.

 

Para além dos que tenho em casa, já estou a perder a conta aos que tenho de alimentar na rua.

Algum amigo dos animais quer ou conhece alguém que queira adoptar esta ninhada?

São 4 fêmeas e devem ter nascido entre 22 e 23 de Abril.

Se quiserem partilhar este post, a 'gerência' agradece.

Mais links desta ninhada aqui e aqui.

 

-Olha o gajo que me dá de comer!
-Vou ver se 'pinga' mais alguma coisa.
-Então e nós?
-Fazemos uma soneca e mamamos mais logo.

Será o Instagram, também ele, uma bolha?

27
Mai14

Há cerca de ano e meio, mais coisa, menos coisa, instalei o Instagram no meu telemóvel mas demorei menos de 24 horas para o desinstalar. Passado todo este tempo e porque não quero pensar que posso ter sido precipitado na minha decisão, voltei a instalar a dita app e dar-lhe uma segunda oportunidade.

Já conseguiu resistir mais de 1 mês e já partilhei cerca de 40 imagens mas, ou muito me engano, ou vai pelo mesmo caminho da primeira vez. Nada mudou, já que 99,9% dos likes pertencem a três tipos de perfil. São eles, SPAM, mulas e gays.

Pelo caminho, já fui convidado, supostamente pela Apple -já me tinhas dito- para ser beta tester do iPhone 6. Valha-me a santa…

Gostava também que me explicassem como é que perfis com literalmente meia dúzia de imagens conseguem ter mais de 100 mil, repito, 100 mil seguidores.

Descobri agora um que tem três fotos. Uma selfie com a namorada em frente a um espelho, uma moto, e um puto a fazer festas a um gato. 339 seguidores :p

E os nomes?

Porra, não há ninguém com nome de gente no Instagram?

Será o Instagram também ele uma bolha do género da bolha imobiliária norte-americana?

Há, definitivamente, fenómenos para os quais não tenho a mínima pachorra e estou convencido, quase em definitivo, que o Instagram é um deles.

 

Ontem foi um dia muito difícil…

25
Mai14

…e outros se seguirão.

Não tenho nem nunca tive jeito para este tipo de 'patuá'.

Apenas quero registar aqui, que ontem, após uma semana muito difícil e a conselho do veterinário, tivemos de tomar a triste decisão de autorizar uma eutanásia à nossa gatinha Xinja, para lhe acabar com o sofrimento. A nossa 'terrorista', como carinhosamente lhe chamávamos, era das três a que mais vida tinha. Nada a parava e por mais impossível que a nós nos parecesse, não havia sítio onde não chegasse. Era das três a que tinha mais apetite, a mais pesada, mas mesmo antes das três manas festejarem o 1º aniversário, uma leucemia apanhou-a de surpresa. Com sistema imunitário demasiado em baixo e com um resultado de FELV positivo e mais uma 'pipa' de coisas que não vale a pena, nem sei explicar, nada mais havia a fazer. O pior é que apesar de já só ter duas gatas em casa, continuo a ver três por todo o lado mas ao mesmo tempo quando ouço arranhar, ouço miar ou ouço as bolinhas de papel a rolar pela escada abaixo, o vazio é enorme porque sei que falta cá alguém.

Falta a Xinja, de seu nome completo 'Xinja Der Terrorist dos olhinhos verdes do meu coração e das patinhas com almofadinhas castanho dourado'.

Até um dia Xinjica do meu coração.

I luv u!

 

c

Twenty Eight Feet: life on a little wooden boat

20
Mai14

Um pequeno documentário de KevinAfraser, sobre David Welsfors, que abdicou dos luxos em terra firme para procurar a felicidade e a aventura num velho veleiro de madeira que restaurou a partir de um monte de sucata.

Mais informação neste link.

Assista a Twenty Eight Feet: life on a little wooden boat.

 

Still frame do vídeo "Twenty Eight Feet: life on a little wooden boat"

A primeira caminhada

19
Mai14

A ninhada de que vos falei no mês passado (ver post) fez hoje a sua primeira incursão fora do canteiro. Apanhei-os na altura em que ia dar de comer à mãe deles. Só tive tempo de pegar no telemóvel e fazer um curto vídeo com demasiados solavancos mas a preocupação maior era não pisar ninguém.

A Primeira Caminhada

 

Entretanto, enquanto preparava este post, consegui apanhá-las, também com alguns solavancos à mistura, a "assaltar" o almoço da mãe com supervisão da mesma, naquela que foi a sua primeira refeição de comida sólida.

Assista nest link.

 

Still frame do vídeo "A Primeira Caminhada"

Pág. 1/3