Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pedro Nogueira Photography

Um blog para mostrar as minhas fotos e para escrever sobre tudo o que me vier à cabeça …assim haja tempo.

The big brother is watching you!

17
Nov12

Não deixa de ser curioso, continuar a ouvir algumas vozes indignadas pelo facto de ter havido uma carga policial em frente à assembleia da república, em Lisboa, depois de estes terem estado umas horas a levar com pedras da calçada arremessadas por arruaceiros sem que 99% dos restantes manifestantes nada fizessem para por termo a esse tipo de comportamento, logo, terem sido coniventes com o mesmo.

Sem estar a defender a polícia e também o que não tem defesa, ou seja, toda a corja política, da esquerda à direita, que tem governado Portugal desde 1974, continuo sem perceber porque é que qualquer gesto para repor a ordem pública é considerado um gesto fascista ou PIDEsco, o que me leva à seguinte questão.

Porque é que não vão viver para a China?

Aí a vida é bem mais pacífica, não falta trabalho e last but not least, os direitos humanos são sempre respeitados.


3 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Nogueira 20.11.2012

    Eu não defendo a polícia até porque como diz o povo, nunca aparece nenhum quando precisamos dele. Passar multas de trânsito e dar porrada é a especialidade das nossas forças policiais mas acontece que para o fazerem também ajuda que o povo se ponha a jeito, salvo algumas infelizes circunstâncias de se estar no local errado à hora errada, como são os casos que refere.
    Normalmente os que dão porrada apenas descarregam frustrações porque o salário é baixo e lá em casa manda a Maria, se bem que também já foi pior, pois o tempo dos “burros cinzentos” com a 4ª classe mal tirada, felizmente, já lá vai. (Será?)
    Há também os frustrados que o são por serem bons polícias e se cansam de arriscar a pele a prender criminosos para apenas verificarem que à 2ª feira os mesmos já estão a almoçar em casa.
    Relativamente à manif em causa, se eu, numa hipótese meramente académica, lá tivesse estado, tinha-me dirigido ao 1% que arremessava pedras e tinhas-lhe pedido para parar e caso não o fizessem, punha-me a andar porque estava visto que o resultado seria aquele que foi.
    Meia dúzia de putos chungosos suburbanos, certamente pertencentes a claques de futebol, que nunca trabalharam na vida e sabe-se lá se estudam sequer só conseguem fazer aquilo com a conivência dos restantes presentes, até porque estiveram mais de uma hora naquilo, o resto são cantigas.
    Ninguém fez nada porque, cobardemente, estavam a gostar do espectáculo e nunca esperaram comer por tabela.
  • Sem imagem de perfil

    Teresa 20.11.2012

    Se assim é como dizes porque não identificou, e prendeu, a Polícia esses tais e deixou o resto?

    Tão longe é daqui a pegas como de pegas aqui, Pedro.

    Se as pessoas que lá estavam se podiam dirigir aos chungas  porque não o fizeram os polícias? À Paisana que os havia e os outros?

    Eu digo-te porquê. Porque o Ministro queria uma demonstração de força. Conseguiu-a. Parabéns! Só que sem o efeito desejado. Da próxima serão muitos mais e não dos que não mereciam as cacetadas que levaram...


    O miúdo de que falo voltava da Universidade e nem sabia que a Manifestação tinha descambado. Preparava-se para subir ao quarto alugado quando foi selvaticamente  agredido e impedido de entrar sequer no prédio onde mora. Não vejo nada de cobarde nesse moço. Nem no jornalista da Lusa que sofreu o mesmo.

    Ao Povo não é exigido manter a ordem mas à Polícia. Ou isso também mudou? Já lá vai o tempo - exactamente esse que não queres ver mencionado quando estas coisas se passam - que eram usadas pessoas para denunciar o que sabiam - ou inventavam - de alguém, batia-se à porta, e ossos na choldra com eles, na melhor das hipóteses. Era o que mais faltava!
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.